Close
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER Fique a par de todas as novidades
Close
Pesquisar
Pesquisar
Pesquisar Pesquisar

O PACED desenvolve um conjunto de atividades que visam contribuir para a melhoria da capacidade dos países parceiros para prevenir e lutar contra a corrupção, o branqueamento de capitais e a criminalidade organizada, em particular o tráfico de estupefacientes. Estas atividades desdobram-se em três resultados:

Resultados

1

Melhoria do ambiente legal e da organização administrativa

Atividades

  • Promoção de conferências nacionais
    • "Tribunais no Estado de direito" - 27 a 29 de julho 2016, Timor-Leste (Consulte o programa)
    • “Criminalidade organizada e Estado de direito” - 29 e 30 de novembro 2016, Cabo Verde (Consulte o programa)
    • "Cooperação judiciária e policial" - 3 e 4 de maio 2017, Guiné-Bissau (Consulte o programa)
  • Alargamento da base de dados jurídica Legis-PALOP a Timor-Leste e consolidação nas áreas da corrupção, lavagem de dinheiro e tráfico de estupefacientes 
  • Criação, fortalecimento e/ou a harmonização de legislação:
    • Regime harmonizado branqueamento de capitais e tráfico de estupefacientes
    • Proteção de testemunhas
    • Recuperação de ativos e perda de bens a favor do Estado (Consulte a proposta de harmonização legislativa)
2

Fortalecimento das capacidades institucionais e atualização dos procedimentos operacionais

Atividades

  • Promoção de encontros de conhecimento e de partilha de experiências/boas práticas 
  • Conceção de dois manuais:
    • Gestão e organização para a área do sistema judicial
    • Gestão e organização para a área do serviço de investigação criminal
  • Realização de ações de formação em gestão e organização para tribunais, serviços do Ministério Público e serviços de investigação criminal
    • "Governação e organização da justiça criminal" - 5 a 8 de junho 2017, Angola (Consulte o programa)
    • "Gestão judicial e gestão da investigação criminal" - 26 a 29 de setembro 2017, Moçambique (Consulte o programa)
  • Fornecimento de equipamento específico (viaturas de resposta rápida, equipamento informático e outros equipamentos de peritagem)
  • Formação de formadores e ações de formação em parceria com:
    • O Centro de Estudos Judiciários
    • A Escola de Polícia Judiciária
  • Apoio à conceção e implementação de mecanismos de participação da sociedade civil
3

Reforço da cooperação regional PALOP e Timor-Leste

Atividades

  • Apoio na adoção de orientações comuns para a prevenção e luta contra a corrupção, branqueamento de capitais e crime organizado em particular o tráfico de estupefacientes
  • Realização de seminários abertos a quadros políticos sobre os mecanismos de boa governação global
  • Apoio à participação em iniciativas regionais e/ou internacionais 
  • Realização de fóruns regionais:
    • Magistrados do Ministério Público (Consulte o programa: 2017)
    • Polícias de Investigação criminal (Consulte o programa: 2017)
    • Unidades de Informação Financeira (Consulte o programa: 2017)
  • Conceção e construção de uma plataforma web de comunicação, colaborativa e formativa 
relacionados
Quem Somos Grupo-alvo Onde queremos chegar