Ao utilizar este website está a concondar com a nossa política de uso de cookies. Para mais informações consulte a nossa política de privacidade e uso de cookies, onde poderá desactivar os mesmos.

OK
Close
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER Fique a par de todas as novidades
Close
Pesquisar
Pesquisar
Pesquisar Pesquisar

Segundo plano anual de trabalhos do PACED aprovado por unanimidade

10.07.2017
Segundo plano anual de trabalhos do PACED aprovado por unanimidade

Decorreu em Lisboa, a 7 de julho, o Comité de Pilotagem do Projeto de Apoio à Consolidação do Estado de Direito (PACED), cofinanciado pela União Europeia e pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., sendo este Instituto responsável pela sua administração. 

Estiveram presentes mais de quarenta representantes de alto nível dos PALOP e Timor-Leste com assento no projeto, incluindo o Ministro da Justiça e dos Direitos Humanos de Angola, o Ministro da Justiça Assuntos Constitucionais e Religiosos de Moçambique, a Ministra da Justiça, da Administração Pública e dos Direitos Humanos de São Tomé e Príncipe, Secretário de Estado do Planeamento e do Desenvolvimento Rural de Angola, Secretário de Estado do Interior para o Serviço Penitenciário de Angola, Vice-Governadora do Banco Nacional de Angola e Administradores dos Bancos de Moçambique e São Tomé e Príncipe, diretores de política de justiça, procuradores, entre outros altos cargos da área da justiça, economia e finanças dos PALOP e Timor-Leste, bem como o gestor do Projeto da Delegação da União Europeia em Luanda.

 

A sessão de abertura contou com a presença da Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação de Portugal, Teresa Ribeiro e da Presidente do Camões I.P., Ana Paula Laborinho.

Foi apresentado ao Comité o ponto de situação do projeto, tendo o nível de planificação e a qualidade das atividades realizadas no último ano sido amplamente elogiados pelos seus membros. Foi igualmente discutido e validado o Plano Anual de Trabalhos para o período de outubro de 2017 a setembro de 2018, com base nas recomendações do Comité de Seguimento Técnico realizado no dia anterior.

Por fim, o Comité de Pilotagem deu luz verde à construção da primeira plataforma de formação e comunicação para os PALOP e Timor-Leste, que se pretende colaborativa e dinamizadora da cooperação regional, otimizando os recursos já disponíveis no setor judicial e jurídico.

relacionados
Galeria Agenda Paced em Números